O que é um PWA (Progressive Web App)?

Já se passaram anos desde o início da era do smartphone. Com isso, veio a era dos aplicativos nativos. Os aplicativos continuam a desempenhar um papel importante em nossa vida diária, e muitos empresários se perguntam várias vezes: devemos ter um aplicativo? Claro, a única resposta para isso é – depende. Criar e manter um aplicativo nativo é complicado e geralmente exige um bom investimento. Felizmente, existe outra opção. Esta opção combina as características de um aplicativo nativo com a tecnologia que usamos na web: o Progressive Web App, também conhecido como PWA.

O que é um PWA?

PWA significa aplicativo progressivo da web. Este é um aplicativo desenvolvido a partir de tecnologias da web que todos nós conhecemos e amamos, como HTML, CSS e JavaScript, mas com uma sensação e funcionalidade que se parecem com um aplicativo nativo real. Graças a algumas adições inteligentes, você pode transformar quase qualquer site em um aplicativo da web progressivo. Isso significa que você pode construir um PWA rapidamente, em relação a um aplicativo nativo que é muito difícil de desenvolver. Além disso, você pode oferecer todos os recursos de aplicativos nativos, como notificações push, suporte offline e muito mais.

Muitos sites que você encontra online são, na verdade, um aplicativo da web progressivo. Veja o twitter.com, por exemplo. Se você visitar esse site em seu smartphone, poderá instalá-lo na tela inicial. Agora, ao abrir o site do Twitter salvo, você notará que ele se parece e funciona exatamente como um aplicativo nativo. Não há janela do navegador ou nada. Não há diferença em executá-lo em um iPhone ou smartphone Android. Basta fazer login e pronto. Esse é um grande benefício de construir seu aplicativo da web com um PWA em mente.

Os PWAs estão ganhando popularidade. Muitos sites grandes são PWAs, como Starbucks.com, Pinterest.com, Washingtonpost.com e Uber.com, que podem ser instalados na tela inicial e oferecem uma experiência comparável a seus aplicativos nativos.

Qual é a diferença entre um aplicativo nativo e um PWA?

Um aplicativo nativo, como os que você baixa na App Store da Apple ou na Play Store do Google, costuma ser construído em uma linguagem de programação específica para essa plataforma. Então, para aplicativos iOS, isso seria Swift e para aplicativos Android, Java. Se você deseja construir um aplicativo para essas plataformas, você precisa conhecer a tecnologia. Sim, existem atalhos, mas eles vêm com suas próprias limitações. Se você deseja ter um aplicativo em todas as plataformas móveis, precisa conhecer todas as diferentes tecnologias. Não há uma maneira fácil de construir um e publicá-lo em todas as lojas.

Claro, existem maneiras de obter o melhor dos dois mundos. Um aplicativo da web progressivo, por exemplo. Ele é executado no navegador e – uma vez salvo na tela inicial – funciona como um aplicativo nativo. Ele ainda obtém acesso ao hardware e software subjacentes que o navegador não pode acessar por razões de segurança. Se o PWA tiver um ótimo desempenho, os usuários nunca saberão que estão usando um aplicativo baseado na web em vez de um nativo.

Existem algumas ressalvas, é claro. Embora os navegadores tenham adotado rapidamente a tecnologia para isso, ainda existem algumas limitações. No iOS, a tecnologia necessária funciona de forma irregular no Safari. A Apple ainda não (deseja) oferecer suporte a tudo, tornando um pouco difícil obter a mesma experiência exata em todos os lugares.

Quais são os benefícios de um PWA?

O principal motivo pelo qual todos estão correndo atrás de aplicativos é porque eles oferecem maior engajamento. Os usuários que instalam seu aplicativo são seus maiores fãs e são mais propensos a transformar seu uso em vendas ou inscrições. Graças às notificações push, é muito mais fácil interagir novamente com os usuários. Os aplicativos podem oferecer uma experiência excelente que pode ser útil para uma marca.

Falamos sobre alguns dos pontos positivos dos PWAs neste artigo, mas aqui está uma breve visão geral:

  • Você não precisa passar pelo processo para entrar em diferentes lojas de aplicativos
  • Você pode construir PWAs com tecnologias comuns da web
  • Eles costumam ser mais baratos de construir
  • Como você está transformando seu site em um aplicativo, terá menos bases de código para manter
  • PWAs são responsivos e funcionam com muitos tamanhos de tela diferentes
  • PWAs são suaves, rápidos e leves
  • Não há necessidade de entregar grandes quantias de dinheiro ao Google e à Apple
  • Eles funcionam offline, ao contrário do seu site normal
  • Os PWAs podem ser encontrados por meio de mecanismos de pesquisa (que têm um público muito maior do que as lojas de aplicativos. Além disso, se você quiser, ainda pode distribuir seus PWAs nas lojas de aplicativos)
  • Você pode usar notificações push para reconquistar os usuários
  • A instalação de um PWA pode levar a um maior engajamento
  • Ainda assim, os aplicativos nativos vencem às vezes. Os PWAs têm acesso cada vez mais profundo ao sistema operacional de um smartphone, mas um aplicativo nativo pode ir ainda mais fundo. Além disso, há limites para o que um PWA pode fazer. Por exemplo, os PWAs não são a melhor escolha quando você deseja criar jogos de alto desempenho.

Em suma, faz muito sentido pensar em ter um PWA em sua estratégia móvel. Mas, a principal pergunta que você deve se perguntar é: meu público quer isso?

Para quem é isso?

Todos deveriam simplesmente construir um PWA e terminar com ele? Não, considere seu negócio e – mais importante – seu público-alvo. Eles estão usando aplicativos? Não é uma maneira excessivamente complexa de obter se relacionando com o que você deseja alcançar? Novamente, como tudo, você precisa pesquisar as necessidades de seu público. Pergunte a si mesmo, o que você deseja que esta tecnologia faça? Onde estão seus usuários? Eles têm uma boa conexão de dados e um hardware sólido? Como e onde eles estão usando seu conteúdo? E você acha que um aplicativo pode ajudá-los a fazer melhor seu trabalho?

Os PWAs são incríveis e implementá-los não precisa ser tão difícil. Mas só porque é fácil, não significa que você deve fazer isso. Se o seu público não precisa disso, por que você criaria um?

Aqui na Bitzen temos uma consultoria exclusiva para ajudar você e sua empresa definir e decidir qual a melhor estratégia para desenvolver produtos digitais: o Sprint Zero. Conheça um pouco dessa metodologia e crie produtos incríveis.

Com isso em mente, o que você está esperando para conversar com a gente? Vamos bater um papo!

Texto traduzido livremente e adaptado do Yoast.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Open chat