Mobile Commerce: crescimento e tendências

Mobile Commerce: crescimento e tendências

Já faz alguns anos que as relações comerciais entre empresa e consumidor vêm mudando como resultado das transformações digitais. Aos poucos diversos segmentos migraram para o ambiente online para acompanhar o público que começou a comprar sem sair de casa.

A modalidade e-commerce se tornou muito popular com grandes empresas, como Amazon, Ebay e outros sites comerciais com transações rápidas e seguras. O ambiente digital chama atenção pela praticidade de acesso e pela variedade de produtos disponíveis.

Nesse contexto, as tecnologias continuam avançando e os serviços disponíveis a apenas alguns cliques tem ganhado outras proporções. O restaurante preferido, uma carona, um bom livro e várias outras coisas podem ser adquiridas facilmente pelo smartphone.

Esse comportamento marca a evolução do e-commerce para o mobile commerce ou m-commerce (comércio via dispositivos móveis). Isso demostra ainda que a tendência de consumo para os próximos anos está diretamente ligada ao constante crescimento da aquisição de smartphones.

Além disso, a realidade do 5g já está batendo à porta e a conectividade e integração das tecnologias será ainda maior. É como se o mundo todo se encolhesse para ficar ao alcance das mãos, ou melhor, ao alcance dos celulares.
A 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas mostrou que o Brasil tem 230 milhões de smartphones em uso. O estudo foi realizado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e divulgado no primeiro semestre de 2019.

Pensando nisso, quero demonstrar a importância e os benefícios da transição de um e-commerce para o m-commerce. Confira a seguir os principais pontos que você precisa saber para acompanhar o mercado e conhecer mais sobre o crescimento e as tendências.

Prepare-se para a era do mobile

Como falei anteriormente, o número de smartphones no Brasil no início de 2019 era bem alto. A estimativa da 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas era de que o número já tivesse ultrapassado 400 milhões de dispositivos até o início desse ano de 2020.

Isso diz muito sobre o comportamento dos consumidores no Brasil. O grande fluxo de usuários de mobile demonstra uma tendência das pessoas de usarem mais seus celulares do que quaisquer outros dispositivos.
Isso já trouxe mudanças, por exemplo, para os sites institucionais. Hoje é quase incoerente pensar em um site que não seja responsivo, principalmente pela quantidade de acessos mobile. Não tem como ficar de fora dessas mudanças.

Vantagens de investimento

Mudanças assim sempre geram uma preocupação em particular: quanto vai custar esse investimento?
A boa notícia é que já existe uma grande demanda de adaptações para sites responsivos e aplicativos. Isso quer dizer que essa mudança é acessível para as empresas.

Além de não exigir uma grande aplicação de capital, o m-commerce é uma estratégia que envolve integração e facilitação para os usuários. Entretanto, Convergir as operações para o mobile combina a conveniência da navegação nos smartphones com as estratégias de conversão de acesso para vendas.

Mais que um avanço tecnológico, essa é uma estratégia de marketing para as empresas que entendem a importância da transformação digital para os negócios.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.