Saiba como identificar se seu negócio precisa de um aplicativo mobile

Vivemos em um mundo dominado pela tecnologia e, mais especificamente, pelos smartphones. É quase impossível encontrar alguém que não conte com o dispositivo para se comunicar ou para se entreter, entre outras atividades.

Um relatório divulgado pela Global System for Mobile Communications (GSMA), organização representa as operadoras de redes móveis em todo o mundo, apontou que cerca de 5,1 bilhões de pessoas tenham celular.  No ranking de uso diário dos dispositivos o Brasil já ocupa o 5º lugar, o que demonstra o comportamento do brasileiro quando o assunto é internet.

Por conta dessa realidade, muitos são os empresários que buscam investir nos aplicativos para mobile. De fato, a tecnologia pode trazer muitos benefícios para um negócio, mas antes de investir é importante saber de que forma um aplicativo pode agregar ao seu negócio.

Analisar o cenário e as tendências é importante para continuar atualizado, claro! A questão aqui é saber identificar quais dessas tendências se encaixam nas necessidades e objetivos do seu empreendimento.

Diversos segmentos têm entrado no mundo digital e parece estar dando certo para muitas empresas, mas será que todos os modelos de negócio devem aderir a essa realidade? Confira a seguir alguns pontos para saber se o seu negócio precisa de um aplicativo.

Tipo de empreendimento

O primeiro ponto a analisar é o tipo de serviço ou produto oferecido pelo seu empreendimento. Alguns têm uma necessidade óbvia de um maior investimento em tecnologia, como Uber e IFood, que conectam necessidades. Já outras podem ser beneficiadas pelos recursos de um aplicativo, mas esse pode não ser um ponto essencial.

No caso de empresas com e-commerce, por exemplo, o desenvolvimento de um aplicativo é uma necessidade. Já em uma empresa de serviços de beleza o aplicativo é uma estratégia de fortalecimento para o negócio, mas não é indispensável.

O público que pretende alcançar

Além de avaliar qual a urgência do aplicativo para o seu negócio, é preciso avaliar se o público do seu negócio também é um possível público para o app. Ou então se há um outro público em potencial para ser alcançado com o novo recurso.

O público que geralmente tem maior aderência aos apps são adolescentes e jovens adultos, mas isso não quer dizer que sejam os únicos. Para fidelizar outros grupos é preciso entender de que forma o aplicativo da sua empresa pode oferecer uma melhoria ou facilidade para essas pessoas.

Como um aplicativo vai agregar ao negócio

Um recurso como esse precisa ser mais do que apenas um acessório. Afinal, vale lembrar que esse é um investimento importante. Então é importante identificar quais processos podem ser otimizados com um aplicativo, seja no atendimento ao cliente, seja para diminuir o número de pessoas envolvidas na atividade e outras funções.

Se o aplicativo não é uma necessidade essencial, ele ainda pode trazer vantagens para o negócio, como na atração e fidelização do cliente, na redução de custos e outros benefícios.

Desenvolver um aplicativo é um desafio que envolve várias questões. Então é importante garantir que não está apenas seguindo o fluxo, mas usando o recurso de forma estratégica.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.