Uma boa experiência do usuário

O que é realmente uma boa experiência do usuário?

Esta é uma pergunta que é aberta a interpretações de diversos profissionais, principalmente na área da tecnologia da informação.

Muitas pessoas acabam resumindo experiência do usuário em apenas um ponto: apresentar uma ótima interface visual, que seja de fácil interação e entendimento de quem está utilizando o produto, porém, a interface visual é apenas um atributo que faz parte de um sistema muito maior e mais rico que contribui para um boa experiência.

Além da interface visual, existem outros fatores que influenciam diretamente no UX (Experiência do usuário, do inglês user experience) quando implementados ao desenvolvimento de um novo produto.

Neste artigo, irei apresentar brevemente alguns deles para que você possa começar a planejar e executar seus projetos para proporcionar uma boa experiência para o seu usuário.

Utilidade: o produto tem um propósito claro?

Com a tecnologia em constante evolução, vemos que todos os dias são lançados diversos aplicativos e sistemas que tem como objetivo facilitar nossas ações do dia a dia, simplificando muitas tarefas e processos que exigiriam mais tempo se fossem feitas de forma manual e offline.

Um exemplo de um produto que possui um propósito claro são os aplicativos de banking ofertados por diversos bancos ao redor do mundo. Se você já utilizou algum aplicativo banking para pagar as suas contas do dia a dia, sabe o quanto isso economizou suas horas de fila no banco, minutos de locomoção no transito e até mesmo de papel para imprimir boletos, certo?

Mesmo que algumas interfaces visuais do App sejam complicadas de usar ou até mesmo não tão atrativas visualmente, é um serviço que facilita a vida de muita gente e que proporciona uma boa experiência de uso pelo fato de proporcionar a agilidade e a economia de tempo ao ter que pagar seus débitos bancários, fazer uma transferência e afins.

Aprendizagem: o produto é simples de usar com o mínimo de instrução?

A aprendizagem é um ponto muito bacana a ser observado também, o grande desafio dos designers de experiência do usuário é criar um produto simples que seja intuitivo para qualquer pessoa que deseja utilizar o sistema.

Um bom exemplo de aprendizagem são os painéis interativos de pedidos presentes em diversos drive-thru de fast food ao redor do mundo. O painel tem um propósito claro: fazer com que o usuário escolha seu pedido tocando na tela de forma rápida, para que o fluxo de veículos não forme uma fila extensa. Para isso, os pedidos são organizados em grandes blocos com o nome, preço e descrição, para que ele possa compreender as informações e aprender a realizar o pedido rapidamente, prosseguindo para efetuar o pagamento no caixa.

É bastante comum que estes sistemas tenham uma interface muito semelhante, pois se o usuário já tiver um contato anterior, ele terá na memória o aprendizado de como utilizar os painéis de pedidos.

Emoções: que sentimentos são despertados?

Se eu te perguntar qual o App mais legal que você já usou, você lembra de qual? Não precisa responder, mas tenho certeza que ele ficou na sua memória por que você teve uma ótima experiência com ele.

A questão é: independente qual for a abordagem utilizada em seu produto, trabalhe para que ele garanta uma experiência inesquecível! E isso não precisa se limitar apenas ao design visual do produto.

Uma vez eu estava passeando pelo shopping e parei em uma cafeteria para tomar um cappuccino gelado. Quando recebi meu pedido, percebi que dentro do copo, tinha alguns cubos de gelo feitos de café! Então, a medida que o cubo ia derretendo, era adicionado mais sabor ao meu cappuccino. Eu achei muito interessante esta estratégia e realmente tornou a minha experiência de consumo muito mais interessante e marcante.

Então, se você estiver construindo um produto digital, não se limite apenas a interface visual, pense em qual é a melhor forma de entregar um grande valor e uma satisfação ao seu cliente.

As Leis da Experiência do Usuário

Caso você tenha chegado até o final desse artigo e quer saber mais algumas dicas e atributos que podem te auxiliar e melhorar a experiência do seu produto, existe um site bem legal (é em inglês, mas ele se adapta bem ao tradutor do seu navegador) em que você vai encontrar várias dicas e artigos de como pode melhorar o seu produto para que o usuário tenha uma boa experiência e gere o valor percebido ao mercado que deseja.

Mateus Franco

Ux & UI Designer na Bitzen Tecnologia

Deixe um comentário

Your email address will not be published.